Se assumir ou não, eis a questão!

38
views

Colunista Nova do Reversa Magazine fala sobre a difícil decisão de se assumir

Essa é a grande pergunta que não quer calar.

Milhares de pessoas já passaram por esse mesmo questionamento e há quem diga que nos dias de hoje não é mais necessário se assumir.

Eu vejo o processo de se assumir de duas formas distintas, mas que acabam se complementando.

A primeira delas é que eu, de fato, acredito que ninguém deveria ter que se esconder, viver uma vida dupla, uma vida de mentiras, só para agradar a própria família e a sociedade.

enter image description here

Eu acompanho bastante esse processo no meu trabalho e, de longe, a preocupação maior é com o desapontamento dos familiares, mais especificamente, dos pais.

Apesar de ouvirmos que o amor de mãe é incondicional, o que vemos na prática nem sempre diz o mesmo e muito jovens são até mesmo agredidos fisicamente e expulsos de casa por se assumirem.

Por mais difícil que uma situação como essa possa parecer aos nossos olhos, se você perguntar para alguém que já passou por algo parecido e grave desse tipo, se arrepende de ter se assumido, muito provavelmente a resposta vai ser NÃO, com letras garrafais mesmo.

Isso se dá pelo fato dessas pessoas acreditarem que se não podem ser quem elas verdadeiramente são com aqueles que amam, não vale a pena estar entre eles.

Ou seja, se você precisa se esconder e se tornar outro alguém para que essas pessoas te amem, elas não estão amando você, na sua essência, elas estão amando um personagem que você criou para agradá-los.

enter image description here

A outra forma de enxergar o fato de se assumir é como um senso de responsabilidade com o próximo.

Eu acredito que quanto mais pessoas se assumirem, menos isso vai ser necessário no futuro.

Mas ainda não chegamos nesse futuro cor-de-rosa, em que pouco importará a sexualidade e a identidade de gênero alheio, por isso se faz tão necessário cravarmos a nossa bandeira na sociedade.

Se assumir pode ser o ato mais lindo e forte da história de uma pessoa e do seu legado. Muito provavelmente, ela será lembrada positivamente por aqueles que a amam de verdade.

Na minha experiência, eu descobri que tinha duas primas lésbicas depois que eu me assumi, e, por ter decidido contar para família inteira pessoalmente, acabei descobrindo que eu não era a única.

Neste caso específico, se as minhas primas já tivessem se assumido para a família por completo, talvez eu não tivesse me sentido tão sozinha, como um peixe fora da água.

enter image description here

O processo de se assumir pode ser muito doloroso e cada um o vive de maneira diferente.

O importante é ter consciência de que você não é a única a se sentir assim e que, apesar de sermos minoria, já somos milhares de corajosos no mundo inteiro.

Prova disso é a pesquisa do antropólogo e historiador Benedict Foster, da Stanford University, que apresenta um aumento de 23% dos assassinatos de gays e um aumento de 269% de gays declarados em um período de cinco anos.

Ou seja, por mais que os assassinatos estejam aumentando, a quantidade de pessoas que têm coragem de se assumir é estrondosamente maior.

A decisão de se assumir é bastante delicada e deve partir de cada um.

Se tornar um ser humano livre e respeitado não é uma tarefa fácil, mas é plenamente possível, basta não ter culpa por ser como se é, nós apenas somos…

Assim como em relação à cor da nossa pele ou o tipo sanguíneo que corre nas nossas veias.

enter image description here

Ao acreditar nisso, é possível se fortalecer para enfrentar os desafios que esse momento pode trazer e conseguir se libertar das amarras que impedem você de ser quem verdadeiramente é.

Imagens: StockSnap.io.

P.s.: Se você quer se assumir, não só perante o seu círculo social como também ter a sua vida nas suas mãos, sem problemas emocionais e financeiros, você precisa ENTRAR AGORA no programa Assumidamente desenvolvido pela coach Flavia Adura!

Entre para a nossa Área Vip Agora!

Receba GRATUITAMENTE mais conteúdos [email protected] no seu E-mail

Fique tranquilx, não fazemos SPAM. Somos contra essa prática. =)