Turismo Londres: brechós, roupas e grafite

56
views

Um dia em que você constata que comprar roupas em brechós é mais caro do que se jogar na H & M

Há uma vontade absurda de jogar a toalha e falar “hoje vou dormir o dia inteiro”, porém a consciência pesa, afinal estamos em Londres e precisamos aproveitar todos os minutos. Por outro lado, o cansaço físico toma conta de uma forma inacreditável.

IMG_5955

É assim que essa última semana passou, mandando o corpo ir para frente e fazendo roteiros.

É fato que ainda vimos poucas coisas para lésbicas, principalmente porque ainda não fomos aos locais LGBT que o Visit Britain indica na capital do Reino Unido. Inclusive, vamos, na próxima semana, a um espaço dedicado às informações sobre o nosso mundo, como se fosse uma central de informações turística LGBT.

E, nssa semana, mais uma atividade entra na nossa listagem: a composição de uma matéria cultural sobre Londres para outro veículo brasileiro. Portanto, a organização do calendário ficará mais complexa, principalmente porque estamos na metade da nossa estadia e queremos ainda ver muitas coisas (desde museus até a noite londrina, que sequer tivemos tempo e coragem, afinal com esse frio é muito ruim voltar para casa às 5 horas da manhã depois de dançar até em um espaço quentinho).

IMG_6201

Em tempo: ontem, dia 20 de fevereiro, andamos e andamos pelo East de Londres, onde há muitos brechós e um povo mais cool. Joguei-me na loja de CDs (prometi que não iria trazer nada nessa viagem, mas já se foram 5 aquisições… Aiaiai!), que fica dentro de um ‘complexo’ cheio de food trucks, lojas de arte e de marcas de roupas.

Uma coisa interessante em Londres é que você paga mais caro pelas roupas usadas do que por roupas novas em loja, talvez porque em uma peça de brechó – além do seu valor de época – haja a valorização daqueles que garimparam aquela roupa para você (essa é uma teoria minha, talvez para justificar o porquê de alguns preços bem altos para mercadorias surradas). Além disso, como eu disse no parágrafo acima, há milhares de lojas de arte, o bairro é cheio de grafites – sim, vimos uma obra do Bansky e mais outras tão incríveis quanto!

IMG_6111

Quem for a Londres não pode deixar de visitar: Spitalfields e ir à Hanbury Street, onde está localizado um brechó que foi inaugurado em agosto de 2010 e é um dos queridinhos da região: o Blitz. Outro que vela a pena conhecer é o Absolute Vintage, que fica na mesma rua e um pouquinho mais para frente do Blitz.

Imagens: Maira Reis

 

Entre para a nossa Área Vip Agora!

Receba GRATUITAMENTE mais conteúdos [email protected] no seu E-mail

Fique tranquilx, não fazemos SPAM. Somos contra essa prática. =)